Notícias
 
( 10/02/2016 ) Novo estudo reafirma benefícios dos orgânicos
 


Os benefícios socioambientais da agricultura orgânica em relação à convencional compensam o preço mais alto pago pelos consumidores americanos. Essa é uma das conclusões provocadas pela leitura do estudo Agricultura Orgânica no Século 21, de John P. Reganold e Jonathan M. Wachter. Publicado na edição on line do jornal Nature Plants em 3 de fevereiro de 2016, o estudo foi tema de uma matéria na Time do dia seguinte.

Segundo a matéria da Time, assinada por Mandy Oaklander, o professor de Ciência do Solo e Agroecologia Reganold analisou 40 anos de dados disponíveis e se concentrou nos impactos da agricultura biológica sobre variáveis como produtividade, meio ambiente, viabilidade econômica e bem-estar social.

Se eu tivesse que colocá-lo em uma frase, a agricultura orgânica tem sido capaz de proporcionar empregos, ser rentável, beneficiar do solo e meio ambiente e apoiar as interações sociais entre os agricultores e os consumidores, disse o pesquisador. Ele também afirmou que a agricultura orgânica dispõe de modelos e práticas adequados para para alimentar o mundo no futuro, principalmente diante dos reveses climáticos.

A matéria completa está no site da Time.


   
 

Cursos

19/9
22 anos do Conselho das Associações Ecologistas de Ipê e 10 anos da Econativa Serra


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br