Notícias
 
( 11/12/2006 ) Feira reúne empreendimentos da economia solidária em Torres
 


Em um momento em que o consumo desenfreado de uma pequena parcela da humanidade coloca em risco a vida no planeta e não beneficia a grande massa de excluídos com empregos ou renda, os empreendimentos construídos coletivamente vêm se multiplicando em todo o mundo.
No litoral norte do Rio Grande do Sul e no sul de Santa Catarina, esse movimento começou há mais de 10 anos, quando os então jovens da ACERT – Associação dos Colonos Ecologistas da Região de Torres- participaram pela primeira vez da Feira da Coolméia, na capital Porto Alegre.
Essa iniciativa inspirou a organização de outros agricultores e agricultoras da região, que hoje conta com 15 grupos e associações de agricultura ecológica, quatro cooperativas de consumidores, três feiras ecológicas, duas agroindústrias e uma cooperativa regional de produtores ecologistas.
Com tanta gente organizada fazendo um trabalho tão bacana de preservação ambiental, gestão coletiva, partilha de resultados e desenvolvimento local sustentável, em 2004, o Centro Ecológico pensou em um evento que reunisse esses e outros empreendimentos da economia solidária do litoral norte. Assim foi feita a primeira Feira da Economia Solidária, em dezembro de 2005.
Em 2006, nos dias 9 e 10 de dezembro,na Praça Xv de Novembro, a segunda edição da Feira reuniu 16 grupos, associações e cooperativas do litoral norte do RS, do sul de SC e de Porto Alegre, além da Aldeia Indígena Guarani e do Presídio Estadual de Torres.
A diversidade e a cultura locais estavam presentes nos trabalhos de sandálias e cestaria em fibras naturais, alimentos ecológicos e coloniais, mudas de ervas medicinais, flores e árvores nativas, artesanato, artesanato indígena, artes plásticas e papelaria reciclada. Como referência em nível de organização e busca de práticas cada vez mais coerentes com os ideais da economia solidária, a cooperativa Univens comercializava sua marca de roupas de algodão orgânico, sem tingimento – Justa Trama.
Consumidores e consumidoras urbanos perguntavam, conheciam, se aproximavam das pessoas que produzem, assumindo sua importância e responsabilidade sobre o ato de consumir.
No final da tarde de sábado, dia 9, o Grupo de Poetas de Torres e o cantor e compositor Inaudi promoveram um Sarau Cultural, com canções e poesias.

A Feira da Economia Solidária foi uma promoção do Centro Ecológico e Prefeitura Municipal de Torres, com a colaboração da Rede Terra do Futuro - Framtidsjorden - da Suécia e patrocínio da Petrobras através do projeto Agricultura Ecológica e Soberania Alimentar no litoral norte do RS.

Participantes
Projeto Samambaia Preta, Clube de Mães todos os Santos, Presídio Estadual de Torres, Aldeia Indígena Guarani, Associação Raízes da Arte, Grupo Morro Azul, Grupo de Mulheres Ecologistas do Morro do Forno, ACERT, Acevam, MAT, Coopervida, Asserplam, EcoTorres, Coopet, Econativa,Cootav, Grupo Pinheiro e Cooperativa Univens.

Clique em Cursos e Eventos e veja mais fotos da Feira da Economia Solidária 2006.


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br