Notícias
 
( 26/11/2006 ) Feira do Conhecimento Biodiversidade agrega diversão à educação ambiental
 


Divertida e inspirada, a I Feira do Conhecimento Biodiversidade reuniu um público estimado em mais de 300 estudantes, educadoras e pais, de cinco comunidades dos Municípios de Morrinhos do Sul e Mampituba, litoral norte do Rio Grande do Sul.

A feira foi realizada na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor João Steigleder, na comunidade da Pixirica, em Morrinhos do Sul, em parceria com a Escola Municipal João André Hendler, no dia 23 de novembro.

Já há alguns anos a Feira do Conhecimento vem sendo promovida pelas escolas localizadas no município de Morrinhos do Sul. Neste ano o tema biodiversidade foi proposto em função da parceria com o Centro Ecológico, como fechamento do projeto Biodiversidade, que desde setembro de 2005 vem sendo implementado na Escola João Steigleder, informou a diretora, Angela Carlos Bernardino. Através deste projeto, os estudantes tiveram acesso a oficinas e palestras sobre sementes crioulas, compostagem, agrofloresta e plantas medicinais, chegando a organizar um caderno de receitas recentemente publicado.
Programação
A programação se desenvolveu em instalações temáticas. Cada sala de aula abordava um problema ambiental da atualidade e mostrava ao visitante como solucioná-lo. Era possível aprender como fazer papel reciclado, compostagem, a importância de uma alimentação equilibrada com alimentos ecológicos, o uso das plantas medicinais e a importância das sementes crioulas. Para entrar em um dos túneis do meio ambiente, o visitante tinha que esperar em uma fila de pelo menos 30 pessoas.

Mas se à primeira vista tudo parecia uma brincadeira de criança, no final estava clara a consciência dos estudantes em relação ao seu próprio futuro.
Projetos que apoiaram
O projeto Biodiversidade tem o apoio da ong Kerkinactie, da Holanda. Nas escolas do litoral norte do Rio Grande do Sul e sul de Santa Catarina, vem sendo coordenado pela pedadoga Adriane Lipert Bitencourt.

Um dado interessante a respeito do resultado do evento, é que cinco professoras da Escola João Steigleder e pelo menos uma professora da escola João Hendler fazem parte da Teia de Educação Ambiental Mata Atlântica. Esta teia se formou a partir de um Curso de Educação Ambiental para educadores, organizado pelo Centro Ecológico no âmbito do projeto Ampliação e Consolidação dos Sistemas Agroflorestais, apoiado pelo PDA.


   
 

Cursos

12/11
Extrativismo e Sistemas Agroflorestais - aspectos legais
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br