Notícias
 
( 11/02/2014 ) Agronegócio cresce à sombra do Estado, diz artigo no Le Monde Diplomatique
 


Um dos argumentos dos defensores do agronegócio é a contribuição que este modelo agroquímico de produção traz para a balança comercial brasileira. No entanto, essa contribuição é financiada por toda sociedade.
"Esse custo não se refere a qualquer inferência monetária atribuída aos sérios impactos ambientais e/ou aos custos sociais do atual modelo de desenvolvimento, baseado no monocultivo de grandes extensões de terras, e sim uma menção aos gastos públicos, por exemplo, resultantes da recente rodada de renegociação das dívidas do setor", afirma Sergio Sauer no artigo Dinheiro público para o agronegócio publicado no Le Monde Diplomatique.


   
 

Cursos

19/9
22 anos do Conselho das Associações Ecologistas de Ipê e 10 anos da Econativa Serra


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br