Notícias
 
( 30/08/2006 ) Feira da Biodiversidade no litoral norte do RS mostra uso e conservação do bioma Mata Atlântica
 


Dados da FAO – órgão das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, apontam que desde 1990 a ação humana vem eliminando uma espécie da agrobiodiversidade a cada hora. Esta redução da diversidade genética na agricultura traz impactos negativos para as populações tradicionais, agricultores e agricultoras familiares e consumidores.

Em sua quarta edição na Praça de Três Cachoeiras, a Feira da Biodiversidade mostrou, que a conservação dos recursos naturais depende do resgate e valorização do conhecimento da população no uso da biodiversidade local, no caso, a Mata Atlântica.

Cerca de 400 pessoas de municípios de Osório a Mampituba, e até Praia Grande,de SC, estavam presentes para expor e conhecer o que vem sendo produzido pelos grupos, associações, sindicatos e movimentos ligados à ecologia da região: sementes, mudas de plantas, flores, ervas medicinais, doces, passas, produtos de higiene e beleza e até catchup de tomates ecológicos. De Porto Alegre, a Fundação Zoobotânica, trouxe animais como gato-do–mato e jacaré, que empalhados, foram sucesso entre as crianças.

Na parte da manhã, após uma apresentação teatral dos alunos e alunas da escola Baréa, foram realizadas as oficinas sobre Plantas medicinais, Sementes e Artesanato Indígena. À tarde o público pôde escolher entre Ecoturismo, Caldas e Biofertilizantes e a Cura pelo Barro.

Educação ambiental

A presença de professoras e turmas de alunos é constante. Juçara Dias de Oliveira, professora de geografia na Escola Municipal Araci Gomes Valim, em Arroio do Sal, trouxe 3 alunos de cada turma de 5ª a 8ª série para se interaram do assunto.

A professora Maria Helena Zanella trouxe sua turma de alunos e alunas da educação infantil da Escola Angelina Maggi, em Três Cachoeiras, lembrando que “ a gente trabalha esta questão da valorização da vida, da alimentação sem agrotóxicos. Eles não vão esquecer o que estão vendo aqui e que fecha com todas as falas que venho fazendo ao longo do ano.”

A aluna da 8 ª série da Escola Baréa, em Três Cachoeiras, disse que na oficina aprendeu muito sobre a cultura dos indígenas.

A Feira da Biodiversidade aconteceu no dia 30 de agosto e foi uma promoção do Centro Ecológico, Cooperativa Regional de Produtores Ecologistas - Econativa , MMTU - Movimento de Mulheres Trabalhadoras Urbanas e MMC - Movimento de Mulheres Camponesas, com recursos do KFW - Kreditanstalt für Wiederaufbau; PDA Subprograma Projetos Demonstrativos e Ministério do Meio Ambiente.

Apoio: ACERT (Associação dos Colonos Ecologistas da Região de Torres),ACEVAM (Associação dos Colonos Ecologistas do Vale do Mampituba), COOPET ( Cooperativa dos Consumidores de Produtos Ecológicos de Três Cachoeiras),Escola Baréa – Santo Anjo – Três Cachoeiras, MPA(Movimento dos Pequenos Agricultores), Paróquia de Três Cachoeiras, PJR ( Pastoral da Juventude Rural) e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Três Cachoeiras.


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br