Notícias
 
( 14/10/2013 ) Encontro em SP reuniu organizações que promovem a recuperação da palmeira juçara
 


Um encontro de dois dias em Ubatuba/SP no início de outubro, reuniu organizações de São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul que fazem parte da Rede Juçara e trabalham para recuperar a Mata Atlântica por meio da preservação da palmeira Euterpe edulis, espécie chave para a sobrevivência da floresta.

Do Litoral Norte do RS, participaram representantes da Associação Nascente Maquiné (Anama), Associação dos Colonos Ecologistas da Região de Torres (Acevam) e Centro Ecológico.

O gestor ambiental e técnico agrícola Cristiano Motter, do Centro Ecológico informou que a reunião foi o ponto de partida para o plano de ação da Rede juçara, que prevê a continuidade da organização e articulação em rede. "Entre os principais pontos estão dar sequência à elaboração do Padrão de Identidade e Qualidade (PIQ) da polpa e executar até o final do ano um projeto a produção de uma revista e qualificação do site", resumiu Motter.

O agricultor Elias Evaldt, de Morrinhos do Sul, observou que na região do Litoral Norte do RS a comercialização da polpa do açaí juçara está bem avançada."Estamos conseguindo chegar ao mercado com um produto de qualidade, diferenciado, e isso faz mais agricultores correrem atrás para produzir". Conforme Evaldt, o retorno econômico pode contribuir para reduzir a extração do palmito e tirar a palmeira juçara da lista das espécies ameaçadas de extinção.


   
 

Cursos

23/7
Jornadas Ecológicas - Roda de conversa com Maria José Guazzelli


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br