Notícias
 
( 10/05/2013 ) Pesquisadores cubanos experimentam em Torres sorvetes de frutas nativas do RS
 


Se no futuro alguém visitar Cuba e experimentar sorvete de chirimoya, rolinia, caimito ou outra fruta nativa da Floresta Tropical Úmida daquele país, pode ter certeza: a ideia, as técnicas para produção e comercialização foram importadas do Litoral Norte do RS, mais precisamente da região de Torres, em 9 de maio de 2013. Na tarde deste dia, uma comitiva de dez pesquisadores cubanos visitou a loja EcoTorres e a unidade onde esta cooperativa de consumidores terceiriza a fabricação artesanal dos sorvetes de butiá, açaí, jabuticaba, araçá e guabiroba.

"É possível fazer estes sorvetes lá. Temos quantidade de frutas nativas. São feitos doces e sucos para consumo local, mas os sorvetes são industriais", disse a agrônoma e líder do grupo, Violeta Puldón Padrón.

Visita técnica mostra a qualidade do trabalho na região

Presente na recepção aos cubanos, uma das fundadoras da EcoTorres, a professora Maria de Lourdes Fippian, acredita que, além da troca de conhecimentos, a visita dos pesquisadores cubanos contribuirá para levar o nome da cidade a outro país e o intercâmbio pode trazer melhorias para áreas nas quais Cuba desenvolveu projetos satisfatórios , como Saúde e Educação. " Abre uma frente para Torres, mostrando que temos experiências e tecnologias que podem ser levadas para outros países. Mostra também a qualidade do trabalho agroecológico feito na região", enfatizou a vereadora.

A visita da delegação cubana ao RS iniciou no dia 21 de março por meio um intercâmbio promovido entre os governos de Cuba e do Estado do RS. O objetivo, segundo a engenheira química Leticia Prevez Pascual, é desenvolver um projeto de cooperação entre RS e Cuba, a partir das experiências de irrigacão, rizicultura, agroindústria e cadeias solidárias, na qual se inclui o estímulo ao uso sustentável das frutas nativas. Letícia informou que está prevista para agosto a visita de uma comitiva gaúcha a Cuba, "para uma troca de experiências maior".

Pesquisadores conheceram Sistema Participativo de Garantia da Rede Ecovida

Na parte da manhã, o grupo participou de uma conversa com o coordenador do Centro Ecológico, Laércio Meirelles, sobre Sistemas Participativos de Garantia para alimentos orgânicos, adotado pelos agricultores e consumidores da região que integram o Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia.


   
 

Cursos

23/7
Jornadas Ecológicas - Roda de conversa com Maria José Guazzelli


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br