Notícias
 
( 02/05/2013 ) Guardião de variedades crioulas contesta eficácia da semente transgênica
 


Foto: Vilmar Menegat no Encontro Ampliado da Rede Ecovida de Agroecologia. Florianópolis, maio/2012

Em meio à polêmica causada pela aprovação, pela Feaper (Fundo Estadual de Apoio aos Pequenos Empreendimentos Rurais), da reintrodução de sementes transgênicas no Programa Troca-troca de Sementes de Milho do Estado do RS, o agricultor Vilmar Menegat se mantém firme no trabalho de resgatar e preservar variedades crioulas do cereal.

Na comunidade de Vila Segredo, em Ipê/RS, a propriedade de Menegat mantém, in situ , milho cunha, cateto, rajado, palha-roxa, milho-roxo, milho amarelo, milho branco normal e milho branco oito carreiras.

"Na verdade essas sementes são mais resistentes ao local, com cores e sabores diferenciados.Mas dá para se dizer que são poucos (agricultores) que têm", avalia o agricultor.

O trabalho como guardião de sementes tem o respaldo de 22 anos de experiência em agricultura ecológica e da assessoria técnica do Núcleo Serra do Centro Ecológico.

As experiências dos vizinhos também contam. Menegat relata que, na prática, muitos agricultores que apostaram na transgenia para se defender da lagarta, foram atacados. "Em um vizinho a lavoura produziu muito pouco e outros passaram de duas a três aplicações de veneno, quando na verdade eles deveriam não precisar usar veneno neste tipo de semente."


   
 

Cursos

19/9
22 anos do Conselho das Associações Ecologistas de Ipê e 10 anos da Econativa Serra


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br