Notícias
 
( 28/03/2006 ) Passeio de barco apoiado pelo GESTAR pode agilizar criação do Comitê de Gerenciamento do Mampituba
 


O comitê é o primeiro passo para que o rio apresente melhores condições do que as atuais.

Na manhã de 27 de março, representantes de diversas entidades da sociedade civil e órgãos governamentais, participaram de um passeio pelo Mampituba, com o objetivo de conhecer as belezas e as condições do rio que serve 9 municípios catarinenses e 8 gaúchos, entre eles Três Cachoeiras, Morrinhos do Sul, Três Forquilhas, Dom Pedro de Alcântara e Torres.

Distribuídos em seis lanchas, os participantes foram até os Rios Verde e Sertão. A representante do Ministério Público Federal do RS, Daniele Hoffmann, foi com o propósito de observar especialmente o lançamento de esgoto no rio. Já o biólogo que acompanhava o Procurador Darlan Airton Dias, do Ministério Público Federal de SC, examinou principalmente as ocupações irregulares às margens do rio.

A partir destas observações, o Dr. Darlan Dias disse que vai estimular o apoio das duas procuradorias – de SC e do RS – para a criação do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Mampituba, meta que vem sendo perseguida pela ONG Onda Verde há alguns anos.

Sendo um grande fórum de discussão das águas, o comitê reúne usuários ( como Casan, Corsan), sociedade civil ( ONGs, associações, sindicatos) e governo ( secretarias do meio ambiente e prefeituras) no sentido de buscar soluções para conflitos e problemas envolvendo a questão do uso da água. Como exemplo, o engenheiro agrônomo Nabor Guazzelli, da Onda Verde, cita a distribuição da água na irrigação do arroz. O replantio da mata ciliar e a ampliação do tratamento dos esgotos das cidades que se servem do rio serão outras questões discutidas quando da formalização do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Mampituba.

O passeio foi uma iniciativa da ONG Onda Verde, com o apoio do Centro Ecológico, através do GESTAR Mampituba – Projeto de Gestão Ambiental Rural, resultado de uma parceria entre FAO ( Organização para Agricultura e Alimentação, por sua sigla em inglês) e MMA ( Ministério do Meio Ambiente).

Além dos organizadores e apoiadores, estavam representantes de 11 entidades: Secretaria do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros , Ibama, Pelotão Ambiental e MMTU ( Movimento de Mulheres Trabalhadoras Urbanas)de Torres; ACEVAM (Associação dos Colonos Ecologistas do Vale do Mampituba) e Prefeitura de Praia Grande(SC), Pelotão Ambiental de Maracajá (SC), AMESC (Associação dos Municípios do extremo Sul Catarinense), Ministério Público Federal (SC e RS).

Foto: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Torres


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br