Notícias
 
( 04/05/2012 ) Ambientalismo gaúcho perde Hilda Zimmermann
 


A ambientalista Hilda Zimmermann morreu ontem, 3 de maio, em Porto Alegre.

Ao lado de José Lutzenberger, Magda Renner e Augusto Carneiro, Hilda começou o movimento ambientalista no Rio Grande do Sul, nos anos 1970. Uma das principais causas do movimento era o banimento do uso de agrotóxicos da agricultura.

Como parte desta luta, foi iniciado em 1985 na região serrana do Estado, o Projeto Vacaria. O objetivo era demonstrar a viabilidade técnica e econômica da agricultura sem venenos. O Projeto Vacaria deu origem ao Centro Ecológico Ipê e dezenas de grupos e associações de agricultores ecologistas, agroindústrias, feiras e cooperativas ecológicas.

"O trabalho do Centro Ecológico tem o seu DNA ligado ao movimento ambientalista gaúcho, que teve em mulheres como dona Hilda um de seus alicerces", assinalou o agrônomo Laércio Meirelles.

Em junho de 2007, o Centro Ecológico, em parceria com a ONG Onda Verde, estruturou a Biblioteca Ecossocial Hilda Zimmermann, junto á Cooperativa de Consumidores EcoTorres. O espaço não está mais disponível atualmente.

Em junho deste ano, Livia Zimmermann vai lançar um livro - resultado de um projeto de mais de dois anos de pesquisa e organização da história de sua mãe.

Leia mais:

Ambiente Brasil

goncalodecarvalho.blogspot.com/




Na foto, Hilda Zimmermann fala em um evento da EcoTorres.


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br