Notícias
 
( 20/12/2011 ) Assembleia da Acert elege nova coordenação e renova ideais pela agroecologia
 




A eleição da coordenação 2012 e a renovação dos ideais que há duas décadas levaram jovens agricultores do Litoral Norte do Rio Grande do Sul a construir uma nova proposta de produção e comercialização, foram os temas dominantes da assembleia de 20 anos da Associação dos Colonos Ecologistas da Região de Torres ( Acert), promovida na tarde de segunda-feira,19 de dezembro, no Salão Comunitário do Três Passos, Morrinhos do Sul.

A reunião começou com uma avaliação do cumprimento dos objetivos e estatuto da associação. Depois os representantes das famílias associadas assistiram aos filmes Ilha das Flores - que retrata a fome e a desigualdade social - e Um veneno chamado agrotóxico - que aponta as consequências de o Brasil ser o maior consumidor mundial de venenos agrícolas.

"No contexto do filme ( Ilha das Flores), qual percentual de contribuição que a gente tem? Quando me falta algum produto compro dos companheiros da Acert ou vou no supermercado? E comprando produtos fora, quanto gero de lixo? " questionou o coordenador da gestão 2011 Jairo Bauer da Rosa.

" A gente vive um momento bom, o consumidor está querendo nosso produto, mas temos que nos organizar, participar, ter compromisso ", alertou o agricultor Nei Dimer. De acordo com Dimer, que aos sábados vende as frutas e hortaliças cultivadas na comunidade do Morro Azul, em Três Cachoeiras, na Feira dos Agricultores Ecologistas de Porto Alegre (FAE), os agricultores ainda não conhecem todas as potencialidades dos produtos e precisam consumir mais o que eles mesmos produzem.

"A gente sabe que produz alimento saudável, mas é só para ficar no dinheiro?Dinheiro faz parte, mas estamos produzindo dinheiro ou vida?" refletiu o agricultor Mauro Martins, que também comercializa na FAE da Capital.

Encaminhamento
Como encaminhamento dessa discussão, os associados decidiram que querem aprender mais sobre a combinação, preparo e propriedades nutricionais dos alimentos. Para isso serão organizadas palestras com profissionais envolvidos com Nutrição e Medicina Preventiva através da alimentação.

Jovem agricultor escolhido para coordenação
Em seguida foi realizada a eleição que definiu a gestão do próximo ano. Como coordenador, foi eleito o jovem agricultor e tecnólogo em Gestão Ambiental, Rafael Souza da Rosa, Marcos Medeiros como suplente e Rosane Cardoso Martins como tesoureira.




Encerramento
A mística de encerramento convidou os associados a criar figuras em barro que representassem compromissos para o próximo ano. Continuar estudando a Agroecologia, aprofundar o estudos sobre Agricultura Biodinâmica, resgatar valores na família, evitar o consumismo, atualizar o estatuto da associação, buscar mais informação sobre alimentação saudável, mudar a alimentação do dia a dia, pensar no lugar da Agricultura Ecológica no planeta e prosseguir com o trabalho foram algumas propostas apresentadas.

No final, o padre Josemar Conte, da Paróquia de Bento Gonçalves, lembrou que o planeta é um ser vivo que precisa ser cuidado. "Com as mudanças climáticas estamos sofrendo as consequências do não cuidado e a Agricultura Ecológica é o caminho, não há outro", acrescentou.

O coordenador do Centro Ecológico - que com o apoio a Pastoral Rural da Igreja Católica ministrou o primeiro curso de Agricultura Ecológica na região - , destacou que, passados 20 anos, continuam existindo a fome e a degradação ambiental, principais motivos que levaram os então jovens a formar a Acert.

"Isso não deve nos fazer tristes, mas sim motivados para superar, buscando alternativas para que a Agricultura Ecológica seja feita para muita gente: produtores, consumidores, futuras gerações. Os problemas são os mesmos e as soluções que a gente aponta também: a agricultura ecológica é uma solução bastante atual para problemas que nos indignaram há 20 anos", disse o agrônomo.

Confraternização reuniu mais de 70 pessoas
No início da noite mais de 70 pessoas aguardavam o jantar ecológico de confraternização.

Estavam presentes os padres Remi Gotardo, Adalberto Lumertz e Leonel Berger e os representantes da ONG Onda Verde de Torres, Reinalda Fritzen, Balbino Oliveira e Nabor Guazzelli. " Somos da Acert, pois participávamos de todas as reuniões há 20 anos", corrigiu Guazzelli.


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br