Notícias
 
( 17/02/2006 ) Tributo à Lutzenberger em Torres reúne pioneiros do ambientalismo gaúcho
 


Pelos idos dos anos 1970, Torres ainda respirava a atmosfera de glamour construída por sucessivos veraneios de endinheiradas famílias da alta sociedade gaúcha.

Enquanto isso, em plena ditadura militar, um grupo de pessoas liderado por José Lutzenberger lançava os alicerces de um movimento que deu muito o que falar na grande imprensa do Brasil e do mundo. Sensibilizando alguns e despertando outros para a ação, o movimento ambientalista gaúcho foi pontual para o desenvolvimento de uma consciência ecológica, ganhando espaço no pensamento de outros movimentos emergentes na época.

Se hoje Torres tem o Parque da Guarita e a região do litoral norte do RS e do sul de SC um exemplar núcleo de produção e consumo de alimentos ecológicos, foi porque um dia Lutzenberger, Hilda Zimmermann, Augusto Cezar Carneiro e Magda Renner- juntamente com outras pessoas da época - iniciaram esta caminhada cheia de obstáculos pela preservação da vida.

Nada mais justo que o quarteto fosse reverenciado na cidade onde tanto batalhou, onde eles mesmos dizem, tudo começou.

Foi o que aconteceu na noite de quinta-feira, 16 de fevereiro, na Pousada Punta Serena. À beira-mar e sob a lua cheia, o que era para ser uma noite de autógrafos da jornalista e escritora Lílian Dreyer, autora de Sinfonia Inacabada – a vida de José Lutzenberger – e do fotógrafo e paisagista Paulo Backes, autor de Lutzenberger e a paisagem, acabou se transmutando em uma mais que merecida homenagem.

Hilda Zimmermann, Magda Renner e Augusto Cezar Carneiro, emocionaram os convidados com breves falas sobre o início do ambientalismo em solo gaúcho. Mais circunspecto, um boneco em tamanho natural representando Lutzenberger, observava tudo e todos, majestosamente sentado com sua caipirinha e um livro na mão, tal qual tantas vezes foi visto em Torres.

Confira alguns depoimentos:

Me emocionei com o boneco do Lutz. Achei pra nós uma honra colocar juntos o Carneiro, a Hilda Zimmermann e a Magda Renner. Acho importante lembrar que o Lutzenberger ainda é um dos maiores ecologistas do mundo. Talvez as novas gerações de agrônomos nem saibam quem foi Lutzenberger. André Gonçalves- Centro Ecológico.

O Parque da Guarita é uma criação do Lutz, da Hilda, minha e do pessoal da Agapan, que sempre apoiou. A gente pode dizer isto em voz alta. O Parque um criacionismo do Lutz. Ele se apaixonou pelo Parque,fez muitas partes de graça, sem receber pelos planos, dando suas idéias e suas horas de trabalho. Augusto Cezar Carneiro – Agir Azul.

A gente está honrado de receber o Lutz aqui e todo esse pessoal envolvido com o meio ambiente. Nós também fazemos parte do meio ambiente. Eu como surfista, sei o quanto vale este esforço. Laurence De Rose – Pousada Punta Serena.

Esta noite de autógrafos pode ser uma oportunidade para criar um fórum permanente de discussão sobre meio ambiente em Torres – com técnicos e outras pessoas, tornando a cidade emblemática nessa questão. Lílian Dreyer.

Este evento em Torres, onde tudo começou, é uma das coisas da maior importância em termos de ecologia para a cidade como um todo. Quem sabe na cidade possa renascer um pensamento mais forte e mais concreto para a preservação de Torres. Aqui tem pessoas sensíveis que podem tocar projetos com grande propriedade, fazendo com que a ecologia seja a grande expectativa, o grande mote que movimente a cidade. Sandra Ribeiro – Agapan.

Entidades presentes

Agapan
Agir Azul
Amigos da Terra
ATPA
Centro Ecológico
EcoTorres
Onda Verde
OPPA
Patram
Prefeitura Municipal de Torres
Soama
União pela Vida

Os vinhos, sucos, néctares e salgados servidos no evento eram de produção ecológica. Paulo Lenhardt, da cooperativa Ecocitrus, de Montenegro, enviou uma caixa de sucos para o evento. A AECIA, de Antonio Prado, enviou uma caixa de néctares.

O boneco em tamanho natural representando Lutzenberger foi uma concepção da relações publicas Lívia Zimmermann, executada pelo artista plástico Marcel Maché, em papel reciclado.

Livros:
Sinfonia Inacabada - A Vida de José Lutzenberger, de Lilian Dreyer / Vidicom Audiovisuais – 518 páginas.
Preço: R$ 50,00.
(51) 3212-0024.

Lutzenberger e a Paisagem, de Paulo Backes / Editora Paisagem do Sul - 208 páginas.
Preço sugerido: R$ 100,00
Paulo Backes está disponível para conversar sobre o processo de criação da obra e sobre sua ligação com Lutzenberger através do telefone: (51) 3227-0680 e ainda paulo@paulobackes.com.br


   
 

Cursos

12/11
Extrativismo e Sistemas Agroflorestais - aspectos legais
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br