Notícias
 
( 19/08/2011 ) Mulheres do Núcleo Litoral Solidário participaram de reunião sobre SPGs
 


O que são Sistemas Participativos de Garantia (SPGs), como funciona a Rede Ecovida de Agroecologia e o que representa o Organismo Participativo da Avaliação da Conformidade Orgânica ( Opac), foram alguns temas abordados pelo agrônomo Laércio Meirelles numa reunião em que as mulheres eram as convidadas especiais. O encontro na tarde de segunda-feira, 14, reuniu 19 agricultoras e agricultores de dez grupos e associações do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida no Centro de Formação Pastoral em Dom Pedro de Alcântara.

“Quando fui convidada não sabia o que era, mas agora entendi direitinho o que eu via na prática nas reuniões lá em casa”, disse Marli Evaldt Justo, do Grupo de Produtores Ecologistas do Paraíso (Gpep). A família de Marli foi uma das que começaram a comercializar banana como orgânica para um supermercado da capital gaúcha depois do processo de certificação participativa da rede.” É um reconhecimento e também tem a parte financeira. A renda melhorou”, reconheceu a agricultora.

Laércio trabalha com SPGs há mais de uma década e ajudou a organizar a Rede Ecovida desde o início dos anos 2000. Neste vídeo ele explica o que é OPAC, como funciona a Rede Ecovida e porque as mulheres precisam estar a par do que vem acontecendo no núcleo em relação à certificação.


   
 

Cursos

12/11
Extrativismo e Sistemas Agroflorestais - aspectos legais
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br