Notícias
 
( 18/12/2005 ) Projeto de educação alimentar e ambiental melhora hábitos dos estudantes da Escola Baréa
 


Não existe cura para todas as doenças, mas em qualquer tempo da vida, podemos adotar uma alimentação saudável a fim de prevenir o envelhecimento físico e intelectual. Isto já é motivo mais que suficiente para que a educação alimentar comece cedo.
Na Escola Estadual de Ensino Fundamental Dom José Baréa, em Três Cachoeiras, litoral norte do RS, o projeto Consumo Solidário, Ecologia e Alimentação Saudável, implementado na região de Torres pelo Centro Ecológico, com o apoio do FDD (Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos, do Ministério da Justiça) veio consolidar os esforços das educadoras para melhorar os hábitos alimentares dos alunos.
Ao longo de 2005, todas as séries estudaram conteúdos de diversas disciplinas sob a perspectiva da influência da produção ecológica de alimentos na preservação ambiental e sua relação com a melhoria na qualidade de vida através da alimentação.
Na terça-feira, 13 de dezembro, mães e pais dos alunos da educação infantil até a 4ª série tiveram a oportunidade de assistir a apresentações teatrais e musicais e mini-palestras sobre alimentação e ecologia. “Chicletes, salgadinhos e refrigerantes têm conservantes que fazem mal pra saúde” alertou Murilo Santos de Mesquita, da 3ª série. Mariana Silva Bittencourt disse que melhorou muito sua alimentação, e que isso é importante para não ficar doente nem obeso. Neusa Delfino, mãe de duas alunas, já tinha uma alimentação saudável em casa devido à participação no Movimento de Mulheres Camponesas, mas o trabalho de educação alimentar na escola incentivou ainda mais a filha Naiara, da 6ª série, a trocar guloseimas por alimentos nutritivos.
E por falar neles, após as apresentações foi servido um lanche ecológico, com pães integrais e colorido ( com beterraba, cenoura e espinafre), chimia de banana, bolo de milho, suco de polpa de juçara, suco de cenoura com laranja, todas receitas trabalhadas com as crianças no Projeto Consumo Solidário, Ecologia e Alimentação Saudável.
Crianças e pais receberam a primeira edição de “O Comilão”, jornalzinho organizado pela 2ª série da professora Adriane Lipert, com participação especial dos alunos e alunas da professora Maura Monteiro Raulino, da 5ª série, editado com o apoio do GESTAR – Projeto de Gestão Ambiental Rural Mampituba, também implementado pelo Centro Ecológico.


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br