Notícias
 
( 06/06/2011 ) Jantar quilômetro zero reuniu mais de cem pessoas nos 20 anos da Agricultura Ecológica do Litoral
 




As hortaliças eram de Morrinhos do Sul. O açaí de Três cachoeiras. O arroz veio de Mampituba e o suco de maracujá era de Torres mesmo. Com estes ingredientes ecológicos produzidos a não mais que 20 quilômetros de Torres, a cozinheira Marlene Schwank Apolinario e duas assistentes prepararam o jantar que reuniu mais de cem pessoas no restaurante Souza, em Torres, na noite de sexta-feira, 3.

Promovido pela cooperativa de consumidores EcoTorres, com apoio das as ONGs Centro Ecológico e Onda Verde, o jantar era para celebrar a Semana do Meio Ambiente e os 20 anos da Agricultura Ecológica na região.

Bufê com pratos tradicionais
No bufê, nada que lembrasse a culinária naturalista, mas versões orgânicas de pratos tradicionais da gastronomia local, saladas e pratos quentes como tortéi e arroz à grega. ¨A ideia é mostrar que produto orgânico pode fazer parte do dia a dia, sem receitas diferentes ou integrais¨, enfatizou a agrônoma Ana Luiza Meirelles, uma das responsáveis pela escolha do cardápio aprovado pelas mais de cem pessoas presentes.

Entre estas, a fisioterapeuta Rita Jaegger, que apesar de não ter na questão ambiental a primeira motivação para o consumo de orgânicos, afirma que estes alimentos são um tratamento de saúde para o homem e para a natureza: ¨o médico ortomolecular Juarez Callegaro disse que o ser humano, quanto mais perto da natureza, melhor¨.

Já para a artesã Jane Hundertmark, que tem horta, aproveita o lixo orgânico e guarda sementes, a preocupação com o meio ambiente é um dos principais motivos para a preferência por produtos orgânicos.

Agricultores e apoiadores foram homenageados
Antes da sobremesa, foram homenageados a professora Reinalda Fritzen, o agrônomo Nabor Guazzelli, o Centro Ecológico e os agricultores da Associação dos Colonos Ecologistas da Região de Torres (Acert) Anelise Becker Vieira, Marcelo Vieira, Nara Carlos da Rosa e Jairo Bauer da Rosa.

Suco de Açaí da Mata Atlânica
Graças ao projeto Produção de Açaí para geração de renda e preservação da Mata Atlântica, implementado pelo Centro Ecológico com apoio do Banco Mundial, tem sido possível servir o suco de acaí da palmeira juçara ( Euterpe edulis)em diversos eventos, de modo que muitas pessoas que desconhecem o produto e sua função na preservação da floresta passam a apreciar o sabor e as propriedades nutricionais do fruto.

Confira o cardápio:

Entrada
Torradinhas com pasta de cenoura

Saladas
Quatro grãos
Mix de folhas verdes com
queijo fresco e tomatinho

Pratos quentes
Peixe à gaivota (grelhado com
legumes na manteiga)
Batata sauté
Tortéis com molho de galinha caipira
Tortéis com molho de tomate
Arroz branco
Arroz integral à grega
Sobremesa
Torta de banana com creme
Chico balançado


Sobremesa
Torta de banana com creme
Chico balançado

Suco de Açaí da Mata Atlântica (incluído)


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br