Notícias
 
( 05/04/2011 ) Projeto de Educação Ambiental incentiva escola a buscar informações sobre produção ecológica
 


Semeando boas ideias colhendo qualidade de vida, é o nome do projeto que transformou professoras e funcionárias da Escola Fernando Ferrari, de Três Cachoeiras, em alunos de Agroecologia e levou os estudantes para conhecer a agroindústria onde se produz a polpa do açaí de juçara consumido na merenda desde setembro de 2009.

“A gente está iniciando o projeto e dia 27 terá uma mostra que será uma forma de provocação para as pessoas comerem alimentos mais saudáveis, anunciou a diretora Aline Brambila Nascimento no início da Oficina de Agroecologia realizada no auditório da escola na manhã de quinta-feira, 31 de março.

Princípios básicos
Os princípios básicos da Agricultura Ecológica – o sol, como fonte primária de energia, a sucessão vegetal e a teoria da Trofobiose – foram os principais tópicos abordados por Cristiano Motter. Conforme o técnico, 95% dos nutrientes que uma planta precisa para crescer está na produção de palha, a energia introduzindo de maneira natural os nutrientes que a planta precisa para crescer: “A aveia semeada no bananal em abril, em outubro vai virar palha e fertilizar o solo. Isto também pode ser feito com o tomate. As plantas ajudam a potencializar a produção e ao longo do tempo aumentam a fertilidade”.

Como bibliografia, Motter recomendou a leitura do livro O manejo Ecológico do Solo, de Ana Primavesi e da Cartilha da Agricultura Ecológica, disponível para baixar no site do Centro Ecológico.

Estudantes visitaram planta da agroindústria e sueca destacou o trabalho da região
Já os alunos do 6º ano, na terça-feira (5) visitaram a Agroindústria Ecológica Morro Azul, também em Três Cachoeiras: “ Viemos para conhecer como é produzida a polpa e tirar as dúvidas deles sobre a produção do açaí que é consumido na escola, disse a professora Janine Lumertz.

Uma fala extra dentro da agroindústria foi da sueca Lena Christina Thors,que quis acompanhar a visita. Ela destacou para os alunos o estágio do trabalho agroecológico da região:” lá nós trabalhamos com Meio Ambiente, mas aqui no Sul vocês estão muito mais avançados do que nós”. L-C é de uma organização chamada Rede Terra do Futuro ( Framtidsjorden), que há mais de 20 anos apoia os projetos do Centro Ecológico junto aos agricultores familiares da Serra e do Litoral do Rio Grande do Sul e Sul de Santa Catarina.

Conhecer para preservar
Depois de ver onde os frutos são processados e conhecer a câmara fria construída com recursos do projeto Produção de Açaí para Geração de Renda e Preservação da Mata Atlântica apoiado pelo Banco Mundial, os estudantes quiseram ver de perto as palmeiras no entorno da agroindústria. Perguntaram de onde tinha surgido o açaí, se era de fácil digestão, se era mesmo nutritivo e fizeram muitas fotos com seus celulares.

Para Iury Mittmann, que já gostava da batida de açaí, faz diferença conhecer a procedência do alimento: “ Muda bastante porque antes não sabia de onde era”, explicou o estudante.

“A boa vontade da escola, do aluno, do agricultor, faz a gente evoluir junto”, pontuou Izaías Becker no final da visita.
Outro grupo de alunos da Fernando Ferrari visitou a farmacinha do Movimento de Mulheres Camponesas (MMC), acompanhados pela agricultora Martinha Becker.

A escola
A Escola Municipal de Ensino Fundamental Fernando Ferrari busca trabalhar de forma permanente as questões socioambientais desde 2003. O ingresso das professoras na Teia de Educação Ambiental Mata Atlântica - que reúne cerca de 40 educadores de 16 escolas da região - , incentivou a elaboração de um projeto implementado em 2007, que visava mobilizar a comunidade para uma mudança de atitude em relação ao meio ambiente e ao ser humano. De lá para cá, as pautas ambientais assumiram uma importância cada vez maior na Ferrari e neste ano a proposta é trabalhar a Agricultura Familiar através do projeto Semeando boas ideias, colhendo qualidade de vida.
A escola está localizada na Vila Fernando Ferrari, conhecida como Comunidade do Chimarrão,e é considerada uma instituição núcleo, envolvendo cinco comunidades da zona rural de Três Cachoeiras. Um vídeo sobre os projetos pode ser visto no Portal Escola Ferrari.



   
 

Cursos

26/9
Curso Princípios Básicos de Agricultura Ecológica - em cinco etapas
2/10
Plenária da Rede Ecovida de Agroecologia


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br