Notícias
 
( 28/07/2010 ) Reuniões de avaliação das oficinas de quintais definiram prioridades para o segundo semestre
 


Água potável, lixo, saneamento básico ecológico, potencial da produção de café e produção de mudas de verduras e hortaliças foram os principais assuntos discutidos nas duas reuniões de avaliação das Oficinas de Quintais Agroflorestais realizadas em Mampituba no Litoral Norte /RS, na terça-feira, 27.

As dificuldades enfrentadas pelos participantes vão balizar o trabalho que desde março Centro Ecológico, Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) e Prefeitura Municipal desenvolvem junto aos beneficiários do Bolsa-Família.

Os encontros permitem que as próprias famílias determinem suas prioridades e a partir daí são geradas palestras, oficinas como as de tear, horta, adubos orgânicos, entre outras atividades que visam melhorar o ambiente e a qualidade de vida das comunidades do município.

A primeira reunião aconteceu de manhã no Salão Comunitário do Rio de Dentro e contou com a participação de 18 moradores das localidades de Vila Matias, Vila Brocca, Alto Rio de Dentro e Rio de Dentro. Neste encontro ficou encaminhada uma Oficina de produção de mudas de café na tarde de 17 de agosto. Além de se dar bem com a banana, o café produzido nesta região pode apresentar alta qualidade, devido ao frio e ao solo.

À tarde no Salão Bom Jesus na Roça da Estância, reuniram-se 42 mulheres da comunidade e outras vindas do Rio do Meio, Rio da Invernada, Morro dos Bichos, Chapada dos Borges, Rio da Panela. Foram discutidos problemas como ataque de insetos às hortas, a necessidade mudas e o destino correto dos sacos plásticos usados nas bananas. A vice-prefeita Ana Moro fez um apelo para que as pessoas coletem e guardem os sacos em melhor estado para ser utilizada pelo grupo de mulheres do Rio do Meio na confecção de tapetes e bolsas: “A ideia é reaproveitar um material que polui o meio ambiente e ainda gerar renda. As peças são muito bonitas e serão expostas numa festa em Arroio do Sal. É uma oportunidade de geração de renda também” , avaliou Ana, explicando que o tear com fibras de bananeira e plásticos faz parte da proposta dos quintais agroflorestais, que além das hortas visa administrar os recursos disponíveis nas casas e propriedades e reduzir os resíduos. Nesta reunião ficou agendada uma oficina de produção de mudas de verduras e hortaliças na tarde de 12 de agosto, na escola Demétrio.

As oficinas, cursos, palestras e demais atividades realizadas pelo Centro Ecológico em Mampituba são viabilizadas através do projeto Soberania Alimentar e Geração de Renda no Litoral Norte do Rio Grande do Sul e Sul de Santa Catarina apoiado pela organização Heifer Internacional Programa Brasil-Argentina.


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br