Notícias
 
( 06/07/2010 ) Açaí da palmeira juçara teve noite de lançamento em Torres
 


Foi lançada no sábado à noite em Torres uma opção de consumo para quem valoriza a saúde, o desenvolvimento da economia regional e as práticas sustentáveis de produção. É a polpa do Açaí da Mata Atlântica, fruto da palmeira juçara (Euterpe edulis) que além de ser considerado pelos estudiosos em Nutrição como um super alimento, é de extrema importância ecológica na cadeia alimentar do ecossistema da Mata Atlântica.

Mais de cem pessoas degustaram o produto em sucos, na sobremesa e nos pãezinhos orgânicos distribuídos no final do jantar ecológico no restaurante Régis ao qual compareceram autoridades regionais, representantes de veículos de comunicação, educadoras da Teia de Educação Ambiental e consumidores ecologistas.

Importância para o Mata Atlântica
Por sua relevância ambiental, desde 2009 o Açaí da Mata Atlântica tem o incentivo de um programa de fomento organizado pelo Banco Mundial através de um projeto do Centro Ecológico denominado Produção de Açaí para a Geração de Renda e Preservação Mata Atlântica. Juntamente com outros 22 ganhadores da América Latina, Caribe, Ásia e África, este projeto foi selecionado entre um mil e 800 propostas de todo o mundo em uma competição realizada em Washington D.C. (EUA). "Seus recursos viabilizam a produção, processamento e acesso aos canais de distribuição para o açaí da palmeira juçara", esclareceu o consultor técnico André Gonçalves, PhD em Recursos Naturais.

Resultados
Até agora um dos resultados mais expressivos do Produção de Açaí foi a inclusão da polpa na alimentação escolar de Três Cachoeiras, articulada pelo coordenador do Departamento de Meio Ambiente Sidilon Mendes com apoio da Secretaria de Educação do município. A partir do lançamento a meta também será disponibilizar o produto para outros públicos como esportistas, pessoas preocupadas em manter a saúde e consumidores conscientes.

A noite do Açaí da Mata Atlântica teve música ao vivo, com Roni Santos e Carol Salles e sorteio de sacolas e camisetas feitos com algodão orgânico.


Curiosidades sobre o Açaí da Mata Atlântica

Possui uma das maiores concentrações de antioxidantes

É considerado um alimento bastante completo

Contém proteínas, ferro, potássio, magnésio, vitamina E, antocianinas, tocoferol, ômegas 3, 6 e 9

Contém cem vezes mais antocianinas que o vinho tinto. Antocianinas são anti-oxidantes e anti - radicais livres que retardam o envelhecimento e prolongam a vida das células. Aumentam as defesas imunológicas, melhoram a circulação sanguínea e protegem o organismo do acúmulo de lipídios nas artérias

Rico em gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas

Reduz o colesterol ruim

Previne doenças cardíacas, doença de Alzheimer e perda de visão

Protege a pele dos efeitos do sol

Previne a celulite

Ajuda a emagrecer em função da presença das gorduras ômega 6 e 9 que estimulam o metabolismo e ajudam o organismo a queimar mais calorias

Desde o início dos anos 1990 Centro Ecológico e agricultores da região estão reintroduzindo a espécie em Sistemas Agroflorestais

Hoje uma propriedade de quatro hectares pode produzir até oito toneladas do fruto por ano

Quando consumimos o açaí da palmeira juçara estamos ajudando a preservar e a recuperar remanescentes da Mata Atlântica

Consumir o fruto pode inibir o corte criminoso da árvore inteira para vender palmito

O fruto é consumido por diversos animais que depois plantam novas árvores



Fotos do jantar cedidas por Geovane Roldão do jornal Fato em Foco


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br