Notícias
 
( 16/05/2010 ) Açaí da Mata Atlântica faz parte da proposta de melhorar a alimentação escolar
 


A nutricionista Daniele Galeriano não lembra de ter ouvido falar em Jamie Oliver, mas assim como o chef e astro de TV busca oferecer opções saudáveis nos refeitórios das escolas britânicas, ela vem promovendo mudanças no cardápio dos estudantes da Rede Municipal de Três Cachoeiras, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul.

Com o apoio das merendeiras, as escolas servem saladas orgânicas com carreteiro ou massa, fruta, suco orgânico e batida de açaí em dias alternados.

O açaí da palmeira juçara é um caso à parte. O super alimento entrou nos refeitórios das escolas municipais em setembro do ano passado, depois de um processo que incluiu desde tentativas de preparar a polpa em casa, um curso na Agroindústria Ecológica Morro Azul, até chegar ao teste de aceitabilidade quando foi batido o martelo em favor da inclusão da polpa na alimentação escolar.

“As crianças adoram o açaí”, disse a merendeira da escola Fernando Ferrari Clareci Viola. Na sexta-feira, 14, Clareci e as merendeiras das escolas Angelina Maggi e Dom José Baréa ( Três Cachoeiras) e Dom Pedro de Alcântara ( Dom Pedro de Alcântara) reuniram-se com a nutricionista, e membros da equipe técnica do Centro Ecológico na cozinha da escola.

O objetivo do encontro era testar e degustar novas receitas com o açaí da palmeira juçara, além da vitamina com banana ecológica e leite que os alunos estão acostumados até agora.

"Ainda não é um curso, é só uma oficina para troca de receitas", explicou Stela Motter, educadora ambiental do Centro Ecológico. “O curso será realizado em breve, para todas as escolas do Litoral Norte que estiverem interessadas em oferecer o açaí aos alunos”, esclareceu.

O intercâmbio de receitas tem um porquê: a partir do segundo semestre Daniele vai dobrar a compra do açaí em função da própria demanda dos estudantes. No início coloquei no cardápio ( o açaí) em semanas alternadas, com medo que enjoassem. Mas a batida foi tão bem aceita que está substituindo o achocolatado.” Essa é a intenção: ir substituindo os industrializados. O açaí é um produto natural. Tirar um industrializado que é puro açúcar e substituir por um produto natural muito mais nutritivo é melhor”, enfatizou a nutricionista.

Receitas degustadas durante a oficina:

Receita 1
Bater em um liquidificador comum:
2 pacotes de 100g de polpa de açaí
2 limões bergamota
3 colheres de sopa de açúcar
Água para completar um litro

Receita 2
2 pacotes de 100 g de açaí
2 cenouras
Suco de 6 laranjas
1 galho de espinafre
4 colheres de sopa de açúcar
Água para completar um litro

O ferro do açaí é melhor absorvido na presença da vitamina C. A gordura do fruto é boa, do tipo que baixa o colesterol ruim e aumenta o bom. As antocianinas previnem até alguns tipos de câncer, além de auxiliar no bom funcionamento do coração.

O Açaí da Mata Atlântica é produzido pelas famílias agricultoras da região, processado pela Agroindústria Ecológica Morro Azul e Cooperativa de Produtores Ecologistas do Litoral Norte do Rio Grande do Sul e Sul de Santa Catarina ( Econativa). Sua integração à alimentação escolar faz parte do projeto Produção de Açaí para Geração de Renda e Preservação da Mata Atlântica, apoiado pelo Banco Mundial.



   
 

Cursos

5/12
Encontro Estadual da Cadeia de Frutas Nativas
11/12
Encontro de Mulheres do Litoral


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br