Notícias
 
( 17/02/2010 ) Feiras ecológicas e circuitos curtos de produção
 




Desde o tempo em que ainda era Projeto Vacaria, o Centro Ecológico prioriza as feiras como espaços para a comercialização dos produtos da agricultura familiar ecológica. E se há mais de duas décadas as feiras eram alternativas ao mercado convencional de alimentos, hoje fazem parte dos chamados circuitos curtos de produção.

Além da evidente economia de combustível, os circuitos curtos de produção caracterizam-se pela eliminação de intermediários e valorização das produções locais. O coordenador do Núcleo Litoral do Centro Ecológico – Laércio Meirelles-, enumera ainda outros benefícios, como o estímulo à conservação da agrobiodiversidade e a geração de credibilidade para o alimento ecológico através do contato direto entre agricultores e consumidores.

Em Porto Alegre, nas feiras dos Agricultores Ecologistas, da Cultura Ecológica e do Menino Deus, grupos e associações de agricultura ecológica comercializam alimentos cultivados em harmonia com ecossistemas de diversas regiões do estado, principalmente da Serra, Litoral, Vale dos Sinos e Região Metropolitana.

Do Litoral Norte, aproximadamente 30 famílias dos núcleos da Associação dos Colonos Ecologistas da Região de Torres (ACERT), Associação dos Produtores Ecologistas de Morrinhos do Sul (Apemsul) e grupo Chapecozinho se deslocam todas as semanas para participar destas feiras na capital. Maria Scarpari, que é do núcleo Mampituba da ACERT, leva os alimentos produzidos na Vila São Jacó, município de Mampituba, para as consumidoras e consumidores da Feira dos Agricultores Ecologistas (FAE) conhecida também como feira da Coolmeia, ou feira da José Bonifácio, no bairro Bom Fim.

Criada há mais de duas décadas, a FAE mostrou-se uma alternativa de comercialização economicamente viável para as primeiras Associações de Agricultores Ecologistas organizadas a partir do final dos anos 80, quando tanto agricultores quanto consumidores ainda estavam em um processo de aprendizagem sem muitas referências a seguir. O agricultor Tobias Fernandes, da ACERT Raposa, lembra que na primeira feira, em setembro de 1989, não venderam uma penca de banana sequer: Não sabíamos que os consumidores não compravam banana verde e só levamos banana verde. Também não entendíamos nada sobre como maturar e fizemos várias experiências loucas, sem sucesso, até a gente conseguir aprender a maturação da banana.

Hoje as bancas da Maria Scarpari e de Valdirene Steffen, Mauro e Mauri Fernandes, da ACERT Três Passos, vendem juntas até 400 quilos da fruta a cada sábado na FAE. Apesar de ter a banana como carro-chefe das vendas, as bancas oferecem diversidade. Mesmo no verão, quando é mais difícil produzir, não faltam as culturas da época, como quiabo, milho, berinjela, mostarda, couve, manjericão, salsinha, cebolinha e maracujá. Na banca de Maria Scarpari ainda tem arroz agulha integral ecológico e pães.

Tobias, por sua vez, deixou de vender na feira de Porto Alegre em dezembro de 2003, quando começou a Feira Ecológica Lagoa do Violão, em Torres. A gente ganha menos, mas se estressa menos, porque é mais perto.

Já a Banca do Grupo de Mulheres Ecologistas do Morro do Forno é ainda a mais local das locais: atende os consumidores de Morrinhos do Sul, aos sábados pela manhã, na praça da cidade. Morro do Forno é uma das localidades do município. O Grupo de Mulheres tem se dedicado também a cultivar, processar e embalar café.

Confira alguns números das feiras ecológicas no Estado do Rio Grande do Sul:

Número de feiras - 13
Famílias envolvidas – 858
Consumidores – 21.510
Movimentação financeira – R$ 66.600,00


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br