Notícias
 
( 03/12/2009 ) Centro Ecológico participou de encontro de entidades apoiadas pela SSPN
 


Na pequena ilha de Muisne, na provícia de Esmeraldas, Equador, o ecossistema do mangue tem sido a base da sobrevivência de centenas de famílias há muitas dezenas de décadas. Se a extração diária de caranguejos, mariscos, ostras, não remete a uma vida confortável, de uns vinte anos para cá essa atividade desempenhada principalmente pelas mulheres ganhou mais um adversário de peso: a contaminação da água pelas empresas de carcinicultura – conhecidas como camaroneiras -, vem reduzindo cada vez mais a quantidade de moluscos e caranguejos, assim como as possibilidades de trabalho e sustento.

Foi neste cenário de desigualdade que 12 instituições latino-americanas apoiadas pela SSPN – Sociedade Sueca para Proteção da Natureza, participaram do Encuentro de Contrapartes latinoamericanas, realizado entre os días 15 e 20 de novembro e organizado pela C-CONDEM - Coordenadoria Nacional para a Defesa do Ecossistema do Mangue.

Seu objetivo era criar um espaço para avaliação, discussão, troca de experiências e planejamento entre as instituições, de forma a potencializar a cooperação entre os projetos desenvolvidos pelas entidades nas áreas de florestas tropicais, agricultura, mudanças climáticas e ecossistemas marinhos.

Através do projeto Cultivando nosso clima, promovendo a produção e consumo de produtos ecológicos para esfriar o planeta, o Centro Ecológico enviou duas representantes: a agricultora Maria Elena Gomes e Stela Motter, gestora de projetos da equipe técnica.

Além de dois dias de reunião no Hotel Galápagos, a programação do encontro promoveu um dia de campo nas comunidades onde a Fundecol – membro da C-Condem – implementa projetos de defesa e recuperação dos manguezais. Os cerca de 40 representantes participaram do plantio de mudas de árvores nativas do mangue e conheceram a dura realidade de quem depende de um ecossistema cada vez mais degradado para sobreviver.

Veja abaixo as entidades que participaram do Encuentro de Contrapartes latinoamericanas de la Sociedad Sueca para la Protección de la Naturaleza

Florestas Tropicais
1.WRM-Uruguay
2.CEPEDES-Brasil

Agricultura
3. RAP-AL-Argentina
4. Centro Ecológico-Brasil
5. Grupo Semillas-Colômbia
6. ASPROINCA-Colombia
7. ANPE-Peru
8. PRATEC-Peru

Mudanças climáticas
9. MAB-Brasil

Ecossistemas marinhos
10. Rede Manglar-Colômbia
11. C-CONDEM-Equador
12. COODEFAGOLF-Honduras


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br