Notícias
 
( 29/09/2009 ) Grupo de Mulheres Ecologistas recebe equipamentos para qualificar produção de café
 


Desde 2005 na comunidade do Morro do Forno, em Morrinhos do Sul, um grupo de onze mulheres vem conduzindo a produção e comercialização de café, biscoitos, hortaliças, frutas, açúcar mascavo, pães e biscoitos preparados com ingredientes orgânicos seguindo receitas passadas de geração para geração.

Em relação ao café, tradicionalmente cultivado no entorno das casas, elas descobriram que aumentar o número de plantas e processar uma quantidade maior de grãos poderia incrementar a renda de suas famílias.

Ainda assim, a falta de alguns equipamentos dificultava a adequação do trabalho aos padrões exigidos pelo mercado. A pesagem por exemplo, era feita em balanças caseiras e não havia máquina para fechar as embalagens. Desde sexta-feira, dia 25 de setembro, essas limitações ficaram para trás. Através do projeto Mulheres e Café – promovendo a sustentabilidade e geração de renda na Mata Atlântica, o Grupo de Mulheres Ecologistas do Morro do Forno recebeu uma balança eletrônica e uma seladora e ainda aguarda a aquisição de um despolpador para melhorar a qualidade do café artesanal. A entrega do equipamento foi durante uma oficina de instalação de tela para as hortas e quintais.

O projeto chegou às mãos das agricultoras através do contato feito pelo Centro Ecológico com a Fundação de Agricultura SHARE, do Canadá. A coordenadora de projetos no Brasil, Eliziana Vieira de Araújo acompanhou o grupo de canadenses na visita às agricultoras, realizada em abril. Apostando e valorizando o potencial das mulheres, o projeto foi aprovado e iniciou em maio deste ano, visando aumentar a área de produção do café , fortalecer a organização do grupo, incentivar a participação de outras mulheres e qualificar a produção.

A SHARE é uma organização formada por agricultores canadenses, fundada em 1976, com o objetivo de apoiar as famílias agricultoras em contexto de exclusão social e econômica. Atualmente atua na América Central e no Brasil, especialmente no nordeste – Bahia, Ceará e Pernambuco – e também no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Apoia grupos e organizações com pequenos projetos de produção, processamento e comercialização, com ações voltadas para agroecologia, assistência técnica, capacitação, entre outras. Tem como princípio o compartilhar dos benefícios recebidos, ou seja, todas as organizações e pessoas beneficiadas se comprometem em que repassar para outros agricultores e agricultoras alguma forma de colaboração, como conhecimento, sementes, mudas, etc. Desta forma, uma corrente de solidariedade é formada visando a superação dos problemas e o fortalecimento das famílias agricultoras e suas organizações. WWW.shareagfoundation.org


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br