Notícias
 
( 10/07/2018 ) Merendeiras aprendem receitas práticas com alimentos da biodiversidade
 

Merendeiras de 13 escolas de Dom Pedro de Alcântara, Morrinhos do Sul, Mampituba, Torres e Três Cachoeiras participaram da oficina Alimentos da Biodiversidade na mesa e na escola: vida e saúde para tod@s! , uma atividade do 3º Encontro de merendeiras do Litoral Norte do Rio Grande do Sul, integrada à 16ª Feira da Biodiversidade, em Três Cachoeiras, na manhã de 13 de junho de 2018.

Neste boletim, algumas participantes falam sobre a oficina.Clique no título para ouvir:
Encontro de Merendeiras do Litoral Norte/RS

Ministrada pela técnica ambiental Janaína Soares, a oficina destacou alimentos que agricultores e agricultoras ecologistas vêm resgatando ao longo de mais de 20 anos de trabalho na região: inhame, batata cará, cará aéreo, e também as plantas alimentícias não convencionais, como ora-pro-nóbis, peixinho, açafrão-da-terra, taioba e outras.

Janaína falou sobre as propriedades e até mesmo a história de cada alimento. No final, preparou a bananese de biomassa de banana verde, degustada com pão de milho crioulo, e tirou muitas selfies com as merendeiras. Abaixo, a receita da bananese e do cuscuz de milho crioulo.

Bananese de biomassa de banana verde

  • 6 bananas verdes

  • Azeite de oliva

  • 1 dente de alho

  • Suco de limão

  • Temperos: salsa, cebolinha, manjericão, açafrão da terra e outros ( menos temperos prontos industrializados)


Lavar bem as bananas, cortar em rodelas e colocar, com casaca, na panela de pressão, por cerca de 10 minutos. Em panela comum, cozinhar por 30 minutos ou até a casca abrir. Bater as bananas ainda quentes com a mesma água do cozimento. O azeite de oliva é para dar sabor, assim como o sal e os temperos. A quantidade é a gosto.

Dica: durante o cozimento, colocar um fio de óleo na água, para facilitar a limpeza da panela depois.

Sem sal ou temperos, a biomassa pode ser adicionada ao feijão, sopas e outros alimentos. Também serve de base para doces, como brigadeiro, ao invés do leite condensado.

A biomassa da banana verde tem substâncias que alimentam as bactérias do bem, fundamentais para o bom funcionamento do organismo humano. O uso diário da biomassa na alimentação favorece o trato intestinal e a saúde como um todo.

Na Escola Estadual de Ensino Fundamental Dom José Baréa, na comunidade de Santo Anjo da Guarda em Três Cachoeiras, as merendeiras há tempos colocam no feijão servido aos alunos e alunas.

Cuscuz de forno com legumes (receita guarani revitalizada)

  • 4 xícaras de farinha de milho crioulo

  • 1 xícara de brócolis, espinafre, couve ou outra folhosa verde escura picada

  • 1 xícara de cenoura ou moranga ralada

  • 1 xícara de tubérculo ralado: inhame, batata cará, batata doce ou aipim

  • 2/3 de xícara de óleo vegetal não transgênico (Janaína recomenda o de girassol e desaconselha canola)

  • 2 ovos caipira (opcional)

  • Temperos de sua preferência: cúrcuma, salsinha, cebolinha, alho, manjericão

  • Gergelim ou outros grãos para decorar



Em um recipiente, misturar todos os ingredientes ralados e picados, temperos e óleo. Acrescentar a farinha de milho crioulo e escaldar a mistura com água quente até obter consistência pastosa, sem ser mole, isto é, grossa. Colocar a massa numa assadeira retangular e levar ao forno pré-aquecido por aproximadamente 45 minutos, a 250º.

Durante a oficina, Janaína pediu que, na elaboração dessa receita, as merendeiras usassem somente farinha de milho crioulo, uma vez que mais de 90% do milho cultivado atualmente no Brasil é transgênico.

Ela pediu que as participantes prometessem não usar margarina ou polentina, devido à baixa qualidade nutricional desses produtos.

O cuscuz, segundo a assessora, é um alimento muito prático para levar para lanches e viagens. Na merenda escolar, as crianças adoram.


   
 

Cursos

20/11
Plenária do Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia
21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br